segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

Milagre em Petrolina pode contribuir para canonização da Fundadora das Irmãs Azuis!

O Santo Padre anunciou para o próximo dia 14 de fevereiro(sábado), a realização do Consistório, no qual serão criados os novos Cardeais da Santa Igreja.
Ao mesmo tempo anunciou a “Canonização” da Beata Jeanne-Emile, que foi a Fundadora das Irmãs da Imaculada Conceição, conhecidas por “Irmãs Azuis”. As Irmãs Anna Célia e Fátima pertencem a esta Congregação e prestam serviços missionários na cidade de Petrolina.
E um fato notável! Para uma Canonização, requer-se um “milagre” operado pela intercessão do Santo ou da Santa. E o milagre aconteceu aqui em Petrolina, no Bairro pobre Jardim Petrópolis, onde se encontram a Capela e a Casa da Criança “Jesus Pequenino”.
Uma garotinha, por uma coincidência chamada Émilly, tinha sido vítima de uma forte descarga elétrica e ficara como morta, vários dias na U.T.I.
As Irmãs procederam a uma Novena de Orações por intercessão da Beata Emilíe, colocando sobreo corpo da criança uma relíquia da Santa, e, maravilhosamente ela recuperou a vida e a saúde.
O então Bispo diocesano, Dom Paulo Cardoso, estabeleceu um Tribunal Diocesano para análise do fato. Foram colhidos sobretudo os testemunhos dos médicos que, na época, acompanharam a pequena Emilly. Concluído o processo em Petrolina, tudo foi encaminhado a Roma, onde outra equipe especializada de médicos e de teólogos analisaram os documentos, chegando à conclusão de que se tratou realmente de uma cura humanamente e cientificamente inexplicável.
Ficou assim reconhecido e atestado o milagre, e agora, para nossa alegria, o Santo Padre acaba de anunciar a Canonização da Beata Jeanne-Emilíe, em data a ser por ele anunciada, possivelmente já no próximo sábado, durante o Consistório.
Nosso louvor ao Deus e Senhor da Vida, e nossos cumprimentos para a comunidade “Jesus Pequenino” do Jardim Petrópolis, por esta graça extraordinária: a cura da garota Emilly, e a Canonização de “Santa Emilíe”!

Frei Paulo Cardoso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário