quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

Criador de "Irmã Zuleide" é Preso em Santos

irma_zuleide






Com mais de 2 milhões de seguidores no Facebook, o perfil Irmã Zuleide faz sucesso na internet desde a criação, em 2011. O problema é que a foto usada é de uma professora de Campinas, que afirma sofrer uma série de transtornos com a situação.
O criador da personagem foi achado pela polícia, em Santos, e enquadrado nos crimes de constrangimento, injúria e difamação.
O tormento da professora começou algum tempo após postar uma foto sua no site do colégio onde trabalha. Em dezembro de 2011, uma colega lhe perguntou sobre imagens suas associadas à personagem, e a vítima desconhecia o fato.
A amiga mandou por e-mail as imagens, algumas de cunho pornográfico, segundo seu relato à polícia, e desde então ela busca remover o material da internet. O advogado da vítima já entrou com várias ações cíveis, conforme o apurado.
Foto: Reprodução Facebook
Ela relatou que começou a sofrer prejuízos e evita sair de casa por ter virado motivo de chacota. Também tem problemas no trabalho, pois os pais de alunos a questionam, e faz tratamento psicológico.
Durante pesquisa na tentativa de descobrir a identicidade da pessoa por trás do perfil fantasioso, o advogado descobriu que o autor desta página iria fazer um show em uma casa noturna no Centro de Santos.
Com essa informação, a vítima veio até a região, acompanhada do advogado e comunicou os fatos ao 1º DP de Santos, que passou a investigar o caso de constrangimento ilegal e difamação.
Foram apresentados vários materiais onde o rosto da vítima, representado a tal irmã era usado. São montagens com o seu rosto e variados corpos de mulheres com propagandas de shows.
Na Boate
Na madrugada de domingo o chefe dos investigadores do 1º DP, Luís Demétrius, foi até a boate com os policiais civis Wanderley, Edson e George.
Quando o acusado, identificado como o DJ Álvaro Oliveira Rodrigues, 30 anos, foi localizado pelos investigadores, não estava caracterizado como Irmã Zuleide. Ele foi levado até o 1ºDP, onde foi registrado um TCO. A vítima pretende representar contra ele.
Morador do Rio Grande do Norte, o rapaz contou ser DJ desde agosto passado, mas que a criação da personagem é anterior, desde setembro de 2011. Ele começou com uma conta na rede social Twitter.
Sua intenção era fazer uma sátira a Igreja Evangélica e “ironizar” seus seguidores, ele afirmou que achou a foto da professora ao pesquisar na internet, aleatoriamente.
Em uma semana, já havia 10 mil seguidores e ontem, mais de 400 mil. Em abril passado, foi criada a página do Facebook.
Máscara
Com o sucesso, o DJ começou a se apresentar usando uma máscara com o rosto da professora e roupas de mulher. O jovem declarou que não imaginava que estivesse prejudicando alguém. O rapaz foi liberado após ser ouvido e teve um notebook apreendido.
Nota de Esclarecimento
Há poucos instantes, o criador usando a Fanpage Irmã Zuleide, soltou a seguinte nota sobre o ocorrido:

“Não vou abandonar o que eu amo, não vou abandonar os que faço feliz. Não vou abrir mão de cada sorriso, de cada mensagem. Não deixar de alegrar diariamente cada um de você. Às vezes as coisas acontecem, mesmo quando não temos intenções negativas, coisas da vida, segredos de Deus. Beijos de luz aos que estão comigo, e obrigada sempre pelo carinho.”

Fonte: Jornal A Tribuna

Nenhum comentário:

Postar um comentário