quinta-feira, 12 de julho de 2012

Para Lossio, ganhos na economia de Petrolina fazem São João do Vale valer investimento

O prefeito Julio Lossio alegou que o investimento na realização do São João do Vale – realizado entre os dias 15 e 30 de junho em Petrolina – deve ficar em torno de R$ 8 milhões. Deste total, ele diz que pelo menos 50% sairá dos cofres públicos e o resto será custeado pelos patrocínios junto ao Ministério do Turismo, Camarote Harém, cervejarias, energético FAB, entre outros.
“Esse ano deveremos gastar um valor similar ao do ano passado, no qual tivemos menos patrocínios e uma festa três vezes menor. No próximo ano teremos um São João ainda maior e já tivemos procura por patrocínio. Nos próximos anos, a prefeitura não colocará mais R$ 1 real nesse São João”, destacou o prefeito em entrevista ao programa Nossa Voz da Grande Rio FM neste sexta-feira (29), ressaltando que não teve recebeu nenhum “incentivo” do Governo do Estado.
“Houve zero investimento do Estado, que só colocou recursos em Caruaru. Pedimos sim, mas como orçamento extra, para não prejudicar nosso São João. Até Carlos Augusto não recebeu ajuda, que não é candidato até onde eu sei e realiza a Jecana há 41 anos – um evento sem dúvida muito próprio nosso e que nos projeta nacional e internacionalmente”, alegou.
Bastante criticado no período que antecedia a festa por investir tamanha quantia em pleno período de estiagem, Lossio fez questão de ressaltar os ganhos econômicos para a cidade.
“Tivemos muitos turistas vindo, aeroporto e rodoviário lotados, transporte de vans cada vez mais forte. Bodódromo lotado, Ilha do Massangano e Pedrinhas com muitos visitantes, barcas fazendo festejos juninos, comércio formal do São João com boa movimentação, restaurantes lotados. Tudo isso possibilitou que Petrolina vá na contramão da crise econômica, encarando tudo como uma marolinha, como isso o ex-presidente Lula”, destacou.
O peemedebista destacou ainda que o valor arrecadado pelo pagamento de R$ 5 por cada carro no estacionamento solidário será revertido para construção de poços no sequeiro. Ele pediu ainda que o público colabore com a doação de 1kg de alimento não perecível  na entrada do evento, para doação às famílias que sofrem com a seca.
Licitações
O Prefeito tachou de “blábláblá político” a insinuação, por parte da oposição ao seu governo, de que a prefeitura não teria apresentado a licitação para contratar as três produtoras que ficaram responsáveis por fechar a programação musical dos festejos juninos.
Foram contratadas duas produtoras de Campo Formoso, na Bahia – a Thiago Nascimento Vieira (TH Produções), que recebeu R$ 2,2 milhões, e a Marcelo Eduardo Nascimento Vieira (ME Produções), que ficou com R$ 4,65 milhões –, além de outra de Petrolina – a Guedson Augusto dos Santos (Líder Entretenimento), com R$ 1,456 milhões. Clique aqui para ver os contratos.
“Estou há 3 anos e meio no Governo. Não tive nenhum problema de ordem moral ou ética em relação a licitações. No São João do ano passado foi o mesmo blábláblá, os vereadores perguntando. Está no Portal da Transparência. As vezes eu até me irrito: toda vez que se consegue um recurso, uma obra, tem esse questionamento! A oposição parece que fazia umas coisas diferente e agora questiona”, destacou.​ 
Fonte: http://granderiofm.com.br/Lists/Postagens/Post.aspx?ID=2641&Categoria=Cotidiano

Nenhum comentário:

Postar um comentário