terça-feira, 8 de maio de 2012

É Hora de Voltar


"Somos perseguidos, mas nunca abandonados, somos prostrados por terra, mas nunca aniquilados"
2º Cor. 4, 9.

Meus olhos ficam razos d´agua, quando olho tudo que passei ao lado do senhor, e como fui amado, e salvo por Ele até hoje, todo dia, mas o senhor nunca me desamparou nesses 12 Anos que decidí seguir sua estrada.
Mais hoje, preciso aprender a louvar a Deus por cada perseguição, por cada humilhação, preciso aprender a amar a cruz, morrer com Ele, lado a lado, como um amigo fiél na nobreza da vida até o ultimo suspiro, morrer na cruz, morrer de amar. E assim como pela sua morte nós encontramos a vida, pela minha morte, morte para o mundo, morte para meus projetos pessoais, porque quando abandono tudo eu morro para o mundo, e na minha morte outros têm a vida também, am cada palavra, em cada canção, em cada gesto, muitas pessoas ganham vida nova, novo sentido para existirem, nova vontade de viver...

"Não procuramos coisas visivéis, mas antes as coisas invisíveis, porque estas são eternas, preciso aprender hoje a buscar os tesouros espirituais, jejum, renuncia, sacrificio, oração, terço, bíblia, caridade, preciso aprender a dar mais valor as coisas santas e espirituais, pelo eterno. Meus Deus como ainda dou valor as coisas terrenas e pequenas,  tenho me levantado estes dias, poruq eespiritualmente eu estava caido, eu vacilei na minha oração, na minha vigilância espiritual, e me deixei levar pelas coisas bobas da vida, e depois disso vem sempre o pecado, e com o pecado vem aridez e aos poucos agente se afasta cada vez mais de Deus, e passa a viver uma aridez espiritual, mas não a aridez dos santos que os coloca mais perto de Deus, mas aridez dos pecadores, que não conseguem rezar, rumando ao inferno...

Mas o Senhor e bondoso, compassivo e carinhoso, Ele me olha com ternura e me chama pelo meu nome, e outra vez me salva de mim mesmo e das minhas escolhas erradas, Ele confia em mim, quando ninguem confia, e me chama de volta, e mesmo que eu queira não consigo dizer não!
E assim que me sinto hoje, voltando, me levantando, chorando na estrada mesmo sem lágrimas no rosto, meu coração chora, como o pecador arrependido que quer voltar pra casa do pai...

Partilho isso com vocês, porque não são apenas leitores, na maioria são amigos, que me ajudam no caminho, para que saibam que tenho minhas batalhas e para que saibam, que não importa os nossos pecados, Deus é fiél a suas promessas, e Ele virá te buscar masi cedo do que você imagina, Eu o sinto forte e perto, e eu que é Ele, meu senhor, porque quando Ele se aproxima de mim, meu íntimo estremesse, meu coração se dobra e adora, mesmo no sono, mesmo no meio de tanta turbulência, Ele me dá força, e me ensina a voar, e se você está lendo isso, talvez Ele queira te dizer até deste testemunho que é hora de levantar... pense nisso!

Nenhum comentário:

Postar um comentário