quinta-feira, 12 de abril de 2012

Pílula do dia seguinte!


O Governo Federal têm se reunido para planejar a liberação da pílula do dia seguinte, porém esquece de enfatizar as contra indicações. 

 É sabido, porém, que o efeito abortivo da “pílula do dia seguinte”, se é a sua mais grave consequência negativa, não é a única. Conforme artigo publicado na Revista Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia (v. 26, n. 9, out. 2004) por professores da Escola Paulista de Medicina, o uso da “pílula do dia seguinte” pode provocar gravidez ectópica, com grave risco para a vida da mãe e do bebê. Além disso, a pílula microabortiva é uma verdadeira bomba hormonal: contém uma dose altíssima de hormônios que desequilibram brutalmente a fisiologia feminina e, no futuro, podem vir mesmo a causar vários tipos de câncer, entre eles o de mama e o de colo do útero.
  Ou seja, sua esposa estará gorda em pouco tempo, e ainda, se o uso for contínuo, poerá causar ainda gastrite e cêncer de estômago, além de outros já citados acima, mas o pior sintoma, é o pecado, este inflama a alma e nós separa de Deus.
 Se estes senhores estivessem, de fato, preocupados com a saúde das mulheres, tomariam medidas para coibir o seu fornecimento e não para promover a sua livre distribuição.

A presidente Dilma Rousseff assinou carta prometendo que, sendo eleita, jamais tomaria medida em favor do aborto.


Reveja seus conceitos, a escolha é sua!

Nenhum comentário:

Postar um comentário