quinta-feira, 8 de março de 2012

Psicologia Dogmática

Oi gente...
A psicolog
saimos agora de um debate educacional na aula de psicologia, e devo confessar que quanto mais estudo psicologia mais me decpciono.
ia é filha do positivismo, este é estremamente préconceituoso, ensina a história e filosofia nas escolas públicas da maneira que acha melhor, escondendo certas verdades e exagerando em outras, propagando sua ideologia social, talvez você nem note, afinal, você nasceu no auge do positismo no Brasil.

1º A psicologia se diz ciência humana, para não dizer ciência inexata, porque nem uma ciência pode ser inexata. Além disso pelo que conheço, o conceito de ciência é um tipo de conhecimento empírico que pode ser provado, mas como eu posso medir e pesar a conciência subjetiva do homem, como eu posso caucular o grau de tristeza depremida?  Isso não é ciência, mesmo porque o ser humano é complexo e inacabado, na adolescencia eu posso gostar de uma coisa na velhice me arrepender e detestar, minha consciência pessoal e subjetica é inacabada, ele só se conclui totalmente depois da minha morte, porque daí não há possibilidade de mudança.
Se a minha consciência não está acabada, como pode ser examinada por uma ciência empírica como a psicologia?

2º Como uma ciência positivista, eles criticam a religião e a idade média como castradores do homem, e pregam a "Liberdade", mas, que conceito de liberdade nós temos, o que é afinal a liberdade?  Liberdade é fazer sexo à vontade, é cair na depravação, é usar drogas, é ser ganacioso, ou o que? porque é isso que o mundo de hoje prega. (Liberdade é fazer o que quiser, você faz o quer ou muitas vezes é influenciado pelas mídias e pela nossa educação cultural?)  Eles afirmam que na idade média a Igreja submetia a razão a fé, e sempre acusam a igreja de desumana na inquisição e no racismo. Pra os que não sabem, não era a Igreja quem queimava as pessoas, era o estado, só que em pose das leis clericais, uma vez que depois de constantino as leis da igreja viraram as leis do estado, o estado queimava com o nome da igreja, diante de muitas injustiças a igreja criou a santa inquisição, onde o réu poderia renunciar ás suas heresias e ser perdoado de seus pecados, a inquisição não é a fogueira, a inquisição é um tribunal eclesiastico que ainda hoje existe para defender o fiél. Não quero com isso dizer que igreja não cometeu erros, mas que os livros exageram, é bom ler outras fontes históricas para se ter uma opinião um pouco mais segura. E na verdade o positivismo não está preocupado com as pessoas que morreram na fogueira, porque hoje a desigualdade social, as guerras, a violencia, o câncer, (Mesmo com todo advento das ciências), matam muito mais do que a inquisição e a peste negra na idade média.
E em si tratando da abolição a escravidão negra, a Igreja nunca disse e nem desdisse nada, Colossenses 3:22 Vós, servos, obedecei em tudo a vossos senhores segundo a carne, não servindo somente à vista como para agradar aos homens, mas em singeleza de coração, temendo ao Senhor. Isso não quer dizer que a Igreja seja escravocrata, mas antes que nem um senhor poderá roubar o bem mais precioso que o homem possui, a sua fé, cada cristão é escravo do senhor, 'Eis aqui a escrava do senhor" disse Maria, por isso a igreja não alimentava abolições, mas também não as negligenciava, que vale ao homem ser livre de um senhor mas escravo do pecado, da ganancia, da injustiça etc, para a Igreja muitos ricos são mais escravos do que os próprios escravos, (É mais fácil um camelo entrar pelo buraco de uma agulha do que um rico entrar no reino dos céus", é melhor um escravo que vai para o céu que um rico no inferno, ser escravo não é nada). ou seja é tudo uma questão de interpretação, eu nem diria má interpretação, eu diria mesmo má fé, procurando chifre em cabeça de cavalo, além disso, será que hoje somos livres ou escravos do trabalho?
Na idade média surgiram as universidades, os hospitais, e grandes invenções, mas o que eles afirmam é que em simplesmente 1000 anos de idade média, nem um avanço científico significativo ou psicológico foi obetido nesses tempos, somente a igreja submetia a rázão a fé, o que é um grande absurdo, a Igreja queria explicar a fé pela razão. os conceitos de subjeção interior e personalidade, surgiram na idade média, e são fundamentais a psicologia, são bases para ela, sem eles não há psicologia, foi santo Agostinho que os criou!

3º Existem muitas coisas que a ciência psicológica não explica,muitos fenômenos, eles não aceitam as explicações religiosas mesmo que eles mesmos não tenham explicações, uma pessoa sofre de disturbios psicológicos, em alguns casos a igreja cita como casos de posseção, eles dizem que não existe possessão, é tudo esquisofrenia, uma doença sem cura, onde o sujeito delira e é condenado a viver sedado pelos psiquiatras, é interessante como em muitos casos de exorcísmos a vítima fica boa, ao passo que na esquisofrenia ela é condenada a viver sedada até morrer.
Mesmo que fosse uma doença neurológica, da mesma forma que rezamos e obtemos resultados bons para cura de doenças e de cancer´s, podemos ter a cura de várias doenças psicologicas, em todo caso um exorcismo não mata a vítima se mantido nos devidos cuidados.




Lembro-me de São Padre Pio, quando recebeu os estiguimas de cristo, as chagas nas mãos, simplesmente, o psicologo que o acompanhava desse que isso era devido as muitas oraçãos que ele fazia dinate de cristo crucificado, o psicológico do padre estava criando aquilo, e o padre respondeu..." Passe o senhor, o dia inteiro olhando para um chifre de um cavalo para ver se nasce um em sua cabeça.", nós damos a psicologia um lugar muito alto nos nossos conceitos, acima daquilo que lhe pertence, embora eu acredite que ela possa nos ajudar e muito, acho que ela é um conhecimento novo e ainda incompleto, precisa ser visto e criticado, quem não aceita críticas é dogmático, e a ciência não pode ser dogmática, irmãos termino com um conselho, não pensem que os psicólogos têm a solução de seus problemas, em alguns casos, eu diria em muitos casos a pessoa não melhora, fica dependente e piora, procure um bom padre para ser diretor espiritual, os padres têm base em psicologia e alicerce em filosofia, mas se fundamentam mesmo na teologia do senhor Jesus, e nesse eu confio plenamente, nesse eu me torno dogmático, não na psicologia, antes eu queria estudar psicologia, fazer faculdade, hoje, conhecendo-a melhor, observo-a bem antes de confiar demais...
4º Por fim eu lhes declaro, se os senhores forem há uns três psicólogos na nossa cidade, três psicólogos diferentes, notarão que existem linhas de pensamento diferentes da psicologia, e que inclusive divergem entre si, como isso pode ser uma ciência ? eles usam métodos diferentes e chegam a diagnósticos diferentes do mesmo problema, mexem com a cabeça do homem e o tornam cobaia sem ele saber, cuidado! 
Existem psicólogos em nossa cidade, e são muitos, de influência espírita, ou seja, você vai se consultar e ele afirma que esses traumas que você tráz, são de outras vidas, desculpem a palavra, mas, QUE MERDA DE CIÊNCIA É ESSA?


Nenhum comentário:

Postar um comentário