terça-feira, 6 de março de 2012

Bruna surfistinha: Uma história polêmica e emocionante.

Oi Gente? bem diferente das minhas outras postagens, a de hoje é meio polêmica, especialmente para um blog católico escrito por um seminarista, no intanto, antes de começar é preciso ter conciência de que não somos mais crianças, e no mundo de hoje eu me pergunto quem é?
O Fato é que hoje ví o filme da Bruna surfistinha, com débora seco, verdadeiramente um filme cheio de cênas pesadas, cheio de depravação, mas também uma história emocionante.
Precisamos aprender a deixar de ser puritanos demais, o cristão não pode deixar de ver um bom filme simplesmente porque ele cont~em uma cêna mais quente, eu me permito o direito de ver filmes assim, não pornografia, mas em alguns filmes certas cênas inevitáveis.
Muita gente pode ver esse filme e simplesmente rotula-lo como um filme de cênas pesadas e quentes, isso só revela a maturidade da fé que temos.
O Verdadeiro cristão vê além, e eu ví uma menina adotada, maltratada, carente, desengonçada encontrar na prostituição um caminho para se sentir um pouco mais amada, sem gente jogando nada na sua cara, quantas das nossas irmãs não passam essa mesma história.
Quando pedí o filme emprestado a minha professora de psicologia, ela quase me olhou como pervertido, o filem era do marido dela, ela me disse: "Não sei como vocês homens gostam de ver essas coisas"! Imagine só.
Diante da sociedade e dela, e dos cristãos que se julgam moralistas, eu me recordo de jesus, e de sua misericórdia com madalena, e imagino como Ele foi capaz de ver além de um rótulo moralista, a vida de uma garota ,(O),  de programa certamente não é fácil, imagine o tipo de gente que eles precisam atender todos os dias, gente grossa, suja, violenta, e mesmo assim eles se deixam usar, vendem seus corpos e suas dignidades e precisam lutar contra sí mesmos para não se snetirem a escória da humanidade, certamente não é uma vida tão fácil.
Esses irmãos estão iludidos pelo dinheiro e extremamente carentes, ví uma menina escondida querendo sair no olhar de uma mulher da noite querendo ser gente grande, uma menina desengonçada, acabou por ser a garota de programa mais famosa do Brasil, saudosa de casa, mais da casa que sonhava do que da que viveu, ela se envergonhava quando via algum conhecido da escola, e acabou por sair da prostituição, depois de ter usado drogas, casou-se com um ex-cliente, lançou um livro que virou best siller, e agora lançou um filme, eu ví o filme, e não uma coisa de que tenha vergonha, é preciso aprender a mergulhar na miseria do outro, porque eu não sou melhor do que nem um deles, não estou descriminando as prostitutas, mas a maioria delas vive em condições sub-humanas, têm filhos pra alimentar, correm perigo de vida, e certamente possuem familias e complicadas e pais auxentes, é o mesmo caso dos homosexuais, talvez seja dificil adimitir, e duro muitas vezes para nós adimitir-mos certas coisas, mas pelo menos com os homosexuais que conversei até hoje, a maioria sofre de uma mistura de pais auxentes e violência sexual infantil, não sou autoridade no assunto, mas posso dizer  que a auxência dos pais pode fazer um estrago na vida dos jovens, bem maior do que podemos imaginar.
Agente sempre cai nas mesmas armadilhas e quebra a cara, é isso que o filme quer dizer, pensemos bem, porque o senhor nos cobrará o amor que tanto pregamos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário