quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Silêncio, Outono e Solidão.


 As vezes a vida nos pede um momento de “satand by”, um momento de silêncio de solidão, o que eu gosto de chamar de outono, isso é sinal de maturidade.
  Esse tipo de coisa só acontece quando agente pisa feio na bola, geralmente porque falou demais, isso significa que Deus deu uma sacudida no seu coração e quer que você preste mais atenção na sua vida...
  A Vida de uns passa rápido demais, eles nem percebem e acabam fazendo besteira, a vida de outros, simplesmente não passam, o tempo passa, eles envelhecem e não crescem, não aprendem, perdem a beleza da vida, que é viver bem cada momento.
  Uns querem crescer e envelhecer, outros não querem envelhecer, como aquele vovozinho metido a playboy.
  Não quero ser assim, quero ser eu, na maior plenitude que Deus me permitir, cuidando com carinho da minha vida, sem exagerar.
  As vezes agente precisa de um tempo, sozinho, pra chorar, encontrar forças dentro de nós mesmo para recomeçar a estrada, e isso exige silencio, espera e solidão, como a semente que cresce na escuridão da terra, no silencio e na solidão, isso se chama crescer, é sinal de maturidade.
  Quando o corpo sente sede agente toma água, quando tem fome agente come, pois quando o coração pedir silêncio cale, e quando a alma pedir solidão, dê-se ao luxo de sumir mesmo que seja um fim de semana, por isso que na igreja nós precisamos de pelo menos um retiro por ano.
  Se o olhos pedem para chorar chore, a grandeza de se erguer parte da nobreza de aceitar a queda.

Nenhum comentário:

Postar um comentário