terça-feira, 18 de outubro de 2011

Canção nova é destaque em encontro de novos evangelizadores em Roma.


Religiosos e leigos de mais de 120 realidades eclesiais novas e antigas se reuniram neste final de semana, no Vaticano, para o primeiro encontro internacional dos novos evangelizadores promovido pelo Pontifício Conselho para a Promoção da Nova Evangelização com o tema: “Novos evangelizadores para a Nova Evangelização – A Palavra de Deus cresce e se difunde”.
As atividades iniciaram no sábado pela manhã com um momento de oração seguido de uma colocação do presidente do Pontifício Conselho para a Nova Evangelização, Dom Rino Fisichella que ressaltou que são necessárias formas diversas para evangelizar necessidades diversas. Sublinhou, ainda, a necessidade de dar respostas adequadas ao mundo que esta em crise de identidade, de fé e fez uma convocação: “Não podemos permanecer fechados, mas anunciar o Jesus que testemunhamos”.

Em entrevista a Canção Nova, Dom Fisichella considerou que deseja que este encontro seja um grande sinal, um sinal de unidade antes de qualquer coisa. “Devo dizer que todos os que estamos aqui para verificar o grande tema e desafio da nova evangelização. Há uma grande expectativa e grande entusiasmo naquilo que já se realiza, na verdade, há tantos anos. Agora queremos encontrar um caminho comum para seguirmos juntos”, acrescentou.
O primeiro dia do evento foi histórico e marcado por momentos de oração, reflexões, testemunhos e cultura e culminou com a presença do próprio Papa Bento XVI, que em suas palavras falou da Palavra de Deus, que está sempre viva em cada momento da história.
Bento XVI afirmou que muitas vezes as pessoas estão confusas e que não encontram sentido para a vida. O Papa convidou a acreditar na força humilde da Palavra de Deus e a deixar Deus agir no coração humano, que acolhe essa semente. “O mundo de hoje precisa de pessoas que falem com Deus, para poderem falar de Deus. Ser evangelizador não é um privilégio, mas um compromisso que vem da fé. Sejam sinais de esperança, capazes de olhar para o futuro com a certeza que vem de Cristo Jesus”. – concluiu Bento XVI.
Um concerto com o tenor Andrea Bocelli precedeu a participação do Santo Padre e emocionou o publico que lotou a Sala Paulo VI.
O encontro foi concluído hoje com uma Missa presidida pelo próprio Papa Bento XVI na Basílica de São Pedro e sublinhou: “Estou feliz por esta reunião se realizar no contexto do mês de outubro, uma semana antes do Dia Mundial das Missões. Isto reforça a verdadeira dimensão universal da nova evangelização, em harmonia com a missão ad gentes”. E continuou: “Vocês foram escolhidos por ele, cada missionário do Evangelho deve considerar sempre esta verdade: é o Senhor que toca os corações com sua Palavra e seu Espírito, chamando a pessoa à fé e à comunhão na Igreja”.
Participação da Canção Nova
A Canção Nova se fez presente de diversas formas neste evento. O fundador da comunidade, Monsenhor Jonas Abib, a cofundadora, Luzia Santiago e outros missionários participaram de cada momento. Luzia, teve a oportunidade de, durante a manhã, testemunhar sobre o carisma Canção Nova.
Monsenhor Jonas afirmou que este encontro foi um envio do próprio Papa Bento XVI. “É a Igreja nos mandando: ‘Ide, ide em frente’. Assim como em 1998 o Papa João Paulo II na Praça de São Pedro gritou: ‘Vem Espirito Santo’, o Papa Bento XVI está nos mandando: ‘Ide, evangelizai’. Essa é a sensação que tenho e esta é a graça que Deus nos dá. É o tempo oportuno para fazermos isso. O encontro que tivemos neste final de semana foi belíssimo. Nós vemos, não ha portas fechadas para o Evangelho. Se não há portas fechadas para o Evangelho, temos que ir em frente. A Canção Nova nasceu para evangelizar. Deus abençoe todos vocês que verdadeiramente sejamos apóstolos que levem o Evangelho até os confins da terra”.
Falando sobre a participação da Canção Nova nesta iniciativa do Vaticano, Luzia expressou a alegria de ver que a Canção Nova, “no seu carisma e na sua vivência está envolvida e totalmente comprometida com esta nova evangelização, com este apelo da Igreja que foi dado como um grito pelo beato João Paulo II e agora pelo Papa Bento XVI”. “É como dizendo para nós ‘Ide e evangelizai com coragem’. Aqui estão todas as forças da Igreja se unindo para que esta nova evangelização aconteça”, prosseguiu.
Na parte da tarde do sábado, o cantor e missionário Dunga, participou de um momento musical cantando duas musicas: “O meu lugar é o Céu” e “Como não falar do seu amor?”
Dunga considerou uma honra “ter sido lembrado e escolhido por Deus” participar deste momento: “É a oportunidade de mostrar um pouco daquilo que estamos fazendo no Brasil, dessa força, dessa energia, dessa alegria de evangelizar de um jeito brasileiro, com musica, grandes encontros… mostrar isso aqui na Europa para que eles voltem a ter esperança. É a oportunidade de retribuir o que ele nos deram: uma língua, uma religião e de mostrar a alegria de ser jovem da Igreja”.
Este encontro é um dos primeiros passos do Pontifício Conselho para a Promoção da Nova Evangelização, criado no ultimo ano, e antecede o Sínodo dos Bispos de 201 que abordará justamente este tema.

Nenhum comentário:

Postar um comentário