sexta-feira, 10 de dezembro de 2010


Acho que estou ficando velho, (rsrsr), as grandes mentes nos ensinam sempre a sacrificar tudo, mas no fim elas só nos ensinam a ver o lado simples da vida como o lado mais sábio dela.

O Homem foge de tudo quando se sente preso, mas às vezes agente só sabe o valor do céu quando está no inferno, nós queremos liberdade, quando descobrimos que a vida que escolhemos o fizemos em plena liberdade, a beleza da vida está em vivê-la.

Pessoas sentem-se presas a família, casamento, mas no fim se arrependem por se sentirem sozinhas, as pessoas renegam a Deus, para por fim retornar a Ele, essa é a grande leitura do homem pós-moderno.

Apaixonar-se parece uma fraqueza, estar preso a uma mulher só, pelo resto da vida e ter filhos e trabalho, escravizar-se, até uma religião, que me dê forças para acreditar na humanidade, tudo isso parece uma gaiola ideológica, mas na verdade não é, o homem precisa desses pequenos momentos para ser feliz, é no auge da sua liberdade que ele decide estar preso, fico ainda com as palavras do poeta, amar é estar preso por vontade.

Prefiro ter esse gostinho de vida vivida do que me aventurar a ser uma mero expectador da felicidade alheia, não devemos ter medo de errar, ou de experimentar, ser homem é sempre sonhar e vencer seus medos já dizia meu pai, “ Seja homem”.

Experimente a vida, se der errado paciência, recomece, quando tudo dá errado ainda nos resta a lição, para recomeçar e do jeito certo, chore! Grite, desde que depois se recomponha, e peça desculpas, olhe para seus erros não como inimigos, mas como professores, é com os mais severos que aprendemos mais, é como na economia, depois de grandes crises nasce sempre uma potencia !

Seminarista Georje Gonçalves!

Nenhum comentário:

Postar um comentário