sábado, 26 de junho de 2010

Enérgico rechaço ao clip blasfemo de Lady Gaga no qual copia Madonna.


segunda-feira, 21 de junho de 2010

O presidente da Liga Católica nos Estados Unidos, Bill Donohue, repudiou energicamente o novo vídeo blasfemo da cantora Lady Gaga no qual ela aparece, "como se quisesse ser Madonna", vestida de religiosa católica, engolindo um Rosário e simulando encontros sexuais bailarinos que a acompanham.

No vídeo de sua nova canção "Alejandro" estreado no dia 8 de junho "Lady Gaga se converte em uma copista da Madonna, dançando quase nua com moços quase nus, usando símbolos católicos –sempre são símbolos católicos– enquanto diz ‘Alejandro’ uma quantidade de vezes suficiente para induzir ao vômito", assinala Donohue em uma declaração publicada poucos dias atrás.

A cantora, prossegue, "converteu-se na nova garota ícone da decadência americana e da agressão contra os católicos, sem a imagem e o talento em seu papel de modelo a ser seguido".

O diretor do vídeo, Steven Klein, assinalou que este "não denota nada negativo mas representa a batalha entre as forças da escuridão deste mundo e a salvação espiritual da alma. Ela (Lady Gaga) escolhe ser uma religiosa, e a razão pela qual seus olhos e sua boca desaparecem" ao final do vídeo "é porque renúncia a seus sentidos e se entrega à oração e a contemplação".

Donohue responde a esta afirmação e precisa que com este vídeo blasfemo Lady Gaga, que foi criada católica, "transformou-se em algo irreconhecível".

"Que está confundida é o mínimo que se pode dizer. Nesse caso, esperamos que ela encontre seu caminho de volta à casa", concluiu o presidente da Liga Católica.

Apóia a abstinência?

Em abril deste ano Stefani Joanne Angelina Germanotta –verdadeiro nome de Lady Gaga– declarou em uma entrevista ao Daily Mail, na qual se referiu à campanha de promoção de batons relacionada à luta contra a AIDS, que uma ferramenta para evitar o contágio desta doença é a abstinência.

"Não posso acreditar que esteja dizendo isto: não ter sexo. Estou solteira agora e escolhi estar solteira porque não tenho o tempo para conhecer alguém. Assim está bem não ter sexo, está bem conhecer pessoas. Sou celibatária, o celibato está bem", disse a jovem de 24 anos.

Fonte: ACI


Diz na Sagrada Escritura:

"Sabei antes de tudo o seguinte: nos últimos tempos virão escarnecedores cheios de zombaria, que viverão segundo as suas próprias concupiscências". (2Pd 3,3)



Leia mais:
http://downloadcatolico.blogspot.com/search/label/Profana%C3%A7%C3%B5es#ixzz0ryImTyOk
Under Creative Commons License:
Attribution

Nenhum comentário:

Postar um comentário