segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010

Namoro Santo!


Meus irmãos, percebi o quanto nossos irmãos mais jovens se preocupam com o chamado NAMORO SANTO, mas isso é bom, o problema é até que ponto isso é certo!

O namoro é como um período de vocacionado para o casamento, bem como precisamos fazer vocacionados ao sacerdócio, e depois entrar num noivado, que chamamos a época do seminário.

O namoro da sentido a vocação do matrimônio, e vocação é um chamado de Deus para três pontos...
*Conhecer a si mesmo, e encontrar nisso a face de Deus.
*Encontrar Deus no outro.
*E Santificar-se.

Toda vocação santifica, Deus não fez inférteis.

A Beleza do namoro nasce quando eu sei que sou amado, nisso sinto a presença de Deus, como ele me amou e me fez perto, como ele me ama do jeito que sou.
As pessoas precisam dessa auto-confiança, para serem bons no trabalho, e felizes apesar das rasteiras que levam na vida, esse amor as deixa mais auto-confiantes, e faz delas vencedoras, os estragos que a falta de carinho e amor podem trazer na vida de uma pessoa são gigantes, desde anti-socialismo, mania de querer estar só, vergonha, desejo de se proteger, quem é amado por sua vez sabe rir dos seus defeitos, as obras de Deus são perfeitas, e se você é uma delas existem muitas coisas de Deus em você é saber encontra-las.

2° passo: uma vez que tive esse amor de Deus, que me foi entregue através dos meus amigos e pais, agora posso entrega-lo a outra pessoa, assumindo o inicio de uma vocação, ou seja amar.
Mas afinal o que é amar?
Amar, é se entregar sem reservas para o bem do outro, não dizer o que o outro quer ouvir, mas o que ele precisa ouvir, amar é deixar o outro para ir embora e ser feliz com outra pessoa, do que viver infeliz com você, amar é estar bem quando o outro está bem, amar é fazer o bem e não sentir-se bem e o melhor exemplo que o cristão tem de amar é o do nosso senhor Jesus Cristo.

AMAR É SUBIR NA CRUZ E DERRAMAR O MEU SANGUE SE FOR O CASO, É ENTREGAR A MINHA VIDA PARA SALVAR A QUEM EU AMO, AMAR É IR AO INFERNO SÓ PARA BUSCAR O AMADO.

Logo, hoje as pessoas casam querendo ser amadas e não lutando para amar, isso não é amor é egoísmo.

Muita gente acha que por sermos seminaristas agente nunca namorou, não sabe o que isso, mentira!
Eu namorei sim, e encontrei Deus no olhar das minhas namoradas, elas foram irmãs que me ajudaram a amar, que me ensinaram a amar, nelas encontrei a face do senhor e me apaixonei por ele.
Mas isso é uma outra história! (srsrs)

Quando agente ama, aprende a sofrer, calar, "apanhar" por quem agente ama, até morrer, ai começa o ensinamento de cristo, o casal aprende um com o outro a amar, para espalhar esse amor para os filhos e para todo o mundo a sua volta, as pessoas pensam que somente os casais das comunidades de vida tem essa missão, mas essa é a vocação dos diocesanos, sacerdotes e cônjuges, amar, é essa a nossa vocação.

E tudo isso se reflete até mesmo no ato conjugal(Sexual), dos casais.

Como eu sei que a minha esposa é obra do grande artista que é pai de todas as criaturas, que a fez para mim, que colocou nela tração até sexual por mim, como posso saber que nessa criatura mora o Espirito Santo, e faço sexo oral com ela?
Desculpem a franqueza, mas sexo é uma forma de carinho, onde os dois sentem prazer, para que a vida se eternize, como uma pessoa pode sentir prazer fazendo sexo oral em outra, ou anal?
Deus disse: "Vou te dar uma companheira", minha amiga, irmã, companheira, não minha prostituta, uma pessoa que serve só para eu depositar meu sarrafo, não! o sexo de um casal cristão deve ser de pelo menos uma hora, porque eles namoram antes, porque ele a beija e a admira por completo não apenas seus órgãos genitais.
Muitas esposas da nossa igreja conversaram comigo, e dizem que as vezes se sentem estupradas pelos maridos, não sentem prazer, não deveriam ter casado, esperam que eles façam tudo e que acabe logo.
Isso não dura muito, logo elas cansam e não querem mais, e os casamentos acabam, porque na verdade nunca existiram, casamento sem amor, sacerdócio sem amor, é sinônimo de pessoas frustradas.
Ouvi um amigo dizer que não se conteve com sua noiva pois o demônio os perturbara, meus irmãos isso não é o demônio, é Deus, lutar contra esses desejos é lutar contra Deus, é uma causa perdida, no entanto, não somos animais, ter desejos sim é normal, mas ninguem pode fazer por ai o que bem quer, somos dotados de razão, isso nos assemelha ao senhor, somos capazes de nos controlar.
E cá entre nós, quando agente passa a beijar muito tempo agente vai ficando bom no que faz, quem aprende a namorar encontra o segredo para o casamento feliz, pois ama e namora sua esposa, quem beija de mais fica bom de beijo, mas quem pratica sexo antes de casar, é como alguem que desabrocha um botão de rosa antes do tempo, ela logo perde o encanto murcha e morra!

Quanto a mim, não se preocupem, estou bem, estou feliz na vocação que escolhi, feliz com o meu carisma, que é o carisma de Paulo, de missionário que não apenas ajuda os pobres ou que se recolhe para rezar, mas de um missionário forte e inteligente, que evangeliza os jovens e as familias, alguem que estará sempre no meio do povo, lutando por ele, como Jesus, dando a sua própria vida.

Me sinto realizado como seminarista, aos pés da Igreja, mãe e mestra, ela cuida de mim e me instrui, para que no tempo certo eu esteja pronto para passar de discípulo á apóstolo, minha vocação é mesmo arrebanhar, e farei de tudo para o bom êxito, é o sucesso dessa missão que será minha santificação e salvação.

um abraço a todos, espero que comentem esse artigo!

use seu loguin e senha do orkut para deixar um comentário sobre este artigo.

Um comentário:

  1. muito interessante e tem a linguaguem dos jovens!a dorei todo o conteudo do blog! vcs estão de parabéns!

    ResponderExcluir