quinta-feira, 2 de abril de 2009


Toda noite ó meu Deus a solidão me perturba, ainda que eu esteja sorrindo cercado por meus irmãos, meu coração é conduzido por vós a estar sosinho, nessa hora brota da minha boca um louvor, uma declaração do meu amor por vós, meus olhos se derramam no frio da madrugada com medo de te perder e de me perder pelo caminho, celebro ao Teu lado esse meu amor, como posso fugir ou fingir, meu coração fala e meu olhar não mente...
Se tú inflama o meu coração, se Tú somente és a minha paixão de viver e amar...
Teu coração é onde quero morar e unir-me em amor como fogo abrasador, inflama, faz surgir tuas centelhas de amor, em chamas, do teu corçação aberto meu senhor, lá na cruz, quero unir-me a Vos. Deixe aqui o seu comentário...

Nenhum comentário:

Postar um comentário